[Dica de anime]: Tonari no Kaibutsu-Kun

                  
    

  Nome original: Tonari no Kaibutsu-kun (となりの怪物くん)
Diretor: Hiro Kaburaki
Estúdio: Brain's Base
Ano de lançamento: 2012

                  Oi pessoal, Lidia aqui de novo. Para essa semana de Valentine’s day decidi falar sobre Tonari no Kaibutsu-sun. Um anime shoujo, que também é uma comedia romântica e de certa forma um slice of life também. Esse anime foi muito falado em sua época de lançamento, mas hoje em dia ele já quase sumiu daqueles animes que são os mais falados, mas se procurar bem, ainda encontra alguns lugares que comentam bastante sobre ele, por seu grande sucesso em 2012.

                  Normalmente, os casais em series e animes são como um imã (os opostos se atraem) ou duas pessoas muito parecidas se gostam. No entanto, esse anime llhe mostrará algo totalmente inovador. Haru é um “delinqüente” que foi expulso da escola e que tem alguns problemas psicológicos, que parece ser ingênuo e bruto, mas que ao decorrer do anime se mostra ser bastante carinhoso e Shizuku é uma garota que não quer nada com ninguém (independente se for para ser amigo ou namorado), ela só quer saber de estudar e se profissionalizar, e trata todas as pessoas indiferentemente, como se não ligasse para elas, mas mesmo assim ainda encontra algumas pessoas que são suas amigas mesmo com esse comportamento indiferente dela.

                  

                 A história do anime é basicamente: Haru foi suspenso por bater em alguns garotos na escola e nunca mais voltou depois disso, por ter perdido a confiança na escola. Em um dia Shizuku é encarregada de levar o dever de casa para ele e tentar convencê-lo a voltar para escola. Porém após alguns devaneios, ele acaba se confundido e pensa que eles são amigos. Depois de algumas aventuras Haru acaba se apaixonando por ela, mas a personalidade fria e anti-social dela a relação deles (que só acontece na cabeça de Haru) vai ficando mais difícil de continuar.

                O anime é incrível, pois ao decorrer da historia podemos ver o crescimento emocional e mental dos personagens. Shizuku de uma garota que não se importava com nada além dos estudos começa a se importar com as pessoas a sua volta e até a reconhecê-las como amigos, ela consegue até mesmo se declarar para Haru. E Haru passa de um garoto agressivo, sem futuro escolar, sem amigos para um cara sensível e super fofo, com amigos e que freqüenta as aulas (e tira boas notas), e de acordo que esteja com Shizuku seus problemas psicológicos são, praticamente, nulos.

                 Obs. Um fato é que independente da evolução mental e emocional de Haru, ele ficou perdidamente apaixonado por Shizuku e perto dela ele é o namorado ideal (sempre carinhoso e super amoroso, e bastante ciumento rs) e não deixa ninguém fazer mal a ela. Tudo o que ele fez por ela foi por amor, incluse um caso que ele diz que vai bater nela, pois em japonês seria vou te estuprar, e isso é explicável já que ele estava loucamente apaixonado e com problemas emocionais, no momento só pensava nela, fora isso ele foi como um servo loucamente apaixonado por ela.

                 Como todo slice of life não se tem muito do que se falar sem dar spoilers, pois os personagens passam por diversas aventuras. Esse anime foi um dos melhores da temporada de outubro de 2012 e merece muito ser visto, principalmente, nessa semana de valentine’s Day. A única coisa que tenho a criticar desse anime é que deixou muitas coisas vagas na história deixando os fãs a desejar uma nova temporada que não chega.

                  Obs. Para complementar a história que foi deixada cheia de buracas pode se ver o OVA ou ler o mangá, de mesmo nome, que possui 11 volumes (termina após de onde parou o anime) para tentar deixar sua história mais completa.

                  Obs. O anime está sendo exibido pela Netflix pelo nome de “my little monster”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado. Queremos saber a sua opinião. Deixe um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...